15 março 2007

...é muito ruim, acordo afoita, agitada, pele suada e me sentindo estranha.
coração bate a mil, movimentos não obedecem logo de cara, um certo tremilique toma conta do corpo e da mente; não reconheço o lugar que estou e ainda noto algumas lágrimas no rosto provocadas pela situação vivida.
algumas palavras saíram da minha boca no momento do despertar, mas agora que me vejo, elas não fazem sentido algum. isso tudo é muito louco, a sensação do vivido, mas não aqui, não agora, não neste travesseiro e lençóis desarrumados. a gente vive mesmo dentro de um sonho.

2 comentários:

Daniela disse...

hoje tem subtropicais na UNI$UINO$...

vamos?

hehehe beijos ;}

Elloc disse...

Seu texto me fez lembrar de um texto meu... obrigado por, em um segundo, me fazer ver que não sou o único com o mesmo tipo de pensamento...

abr@ços!


MEU ÚNICO PODER

Nirvana
Sentir que o mundo é minha essência e que eu sou a essência do mundo
Que belo
O auge da felicidade
E cada vez mais me distancio dessa realidade
Cada vez mais saio do mundo externo e viajo pela minha mente
Perco-me em devaneios
Crio diversos mundo e deles participo mais ativamente do que o mundo verdadeiro
Nesses mundos posso fazer qualquer coisa
Nesses mundos não sou esquecido
Nesses mundos não sou feito de escravo
Escravo do tempo, do dinheiro e da sociedade
É nesses mundos que encontro a alegria para superar a tristeza e o tédio do planeta Terra
Sou Deus
Os personagens desses mundos nem desconfiam que posso tudo
Posso criá-los, descriá-los, voltar no tempo ou simplesmente alterar a realidade
Eles nunca descobrirão o que houve...
O ônibus está chegando.
Nesse momento, volto a realidade que me recuso a aceitar.
E fico triste por não poder voar e esquecer tudo que já aconteceu comigo.

Elloc 08/11/04